Grupo Energisa aposta no crescimento pautado em inovação

Presente em todo o território nacional, companhia preza por atuação inovadora e investe no desenvolvimento de projetos focados em tecnologias digitais.

A Energisa tem a inovação como um componente essencial de seu DNA e considera esse fator fundamental ao futuro do negócio, para o qual a companhia se prepara investindo em novas tecnologias. Assim, a disseminação de uma cultura interna inovadora está entre as prioridades do Grupo. Esse modo de ser se traduz em iniciativas como o Digital Labs, um hub de inteligência artificial e advanced analytics (análise preditiva), desenvolvido com o objetivo de promover eficiência administrativa e operacional.

Os projetos conduzidos no Digital Labs propõem soluções que utilizem a tecnologia digital de forma estratégica. Um exemplo é a possibilidade de organização das obras por prioridade, a partir de um algoritmo inteligente, desenvolvido especialmente com esse fim. A nova tecnologia considera as variáveis do negócio e fornece uma carteira de obras priorizadas e distribuídas aos empreiteiros, informando data limite para reserva de materiais e ordem cronológica de entregas.

Outra novidade é o Sistema Elétrico de Potência (SEP) em terceira dimensão, uma plataforma utilizada tanto na web como por celular, que torna disponível, em 3D, a biblioteca de equipamentos e normativas do Grupo Energisa. A ferramenta facilita a visualização e o entendimento por parte de eletricistas de campo e projetistas daquilo que a biblioteca oferece. Além disso, os arquivos gerados pela plataforma viabilizarão treinamentos em realidade aumentada.

Ainda faz parte da transformação digital da Energisa um projeto de suporte remoto, que utiliza sistemas para facilitar o serviço de suporte à distância, por meio de tutoriais e guias, voltados tanto para clientes como para equipes técnicas. A companhia também inova por meio do SOMA 4.0, o Sistema de Otimização e Manutenção dos Ativos, que utiliza advanced analytics para aumentar a precisão na previsão de falhas.

Já o Smart IPEO Analytics consiste no desenvolvimento de um algoritmo inteligente, que indica uma lista de Ordem de Serviço (OS) com maior probabilidade de ocasionar deslocamento improcedente. A ferramenta serve de insumo para o call back (retorno do call center para chamados em aberto).

 “Nos últimos anos, buscamos simplificar nossas práticas, com investimentos em inovação em todas as frentes do negócio, desde as atividades administrativas até o trabalho em campo. Os métodos ágeis foram integrados à realidade da companhia e focamos em instrumentalizar as jornadas dos nossos clientes e colaboradores por meio da transformação digital, que se incorpora no nosso dia a dia. Dessa forma, nós nos preparamos para um futuro de grandes possibilidades”, declara Ricardo Botelho, presidente do Grupo Energisa.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post anterior

Travessia Ágil Energisa, projetos de Eficiência Energética e de Pesquisa e Desenvolvimento